Últimas Notícias

Será que o dilúvio realmente existiu?


08/01/2018
Apesar das pessoas não religiosas refutarem a ideia de que Noé existiu, a ciência está provando que houve uma elevação dos mares 6 mil anos atrás. As provas dessa elevação do mar vem de núcleos de gelo retirados tanto no polo Norte ou no polo Sul. 



Mas será que a história de Noé é genuína, isto é houve apenas essa história?
Não. Para quem não sabe, a mais antiga história sobre um dilúvio veio dos Sumérios conhecida como "Epopeia de Gilgamesh", datada de 2100 a.C.
Seguida pelos Maias, Hindus, Gregos, hebreus, Ojíbuas e Incas.
Observe que essas civilizações compartilham as mesmas ideia de criação e destruição que encontramos em textos religiosos tanto hebreus como no catolicismo.
A maioria ainda se apega a ideia que esse fato é falso, mas hoje em dia a verdade é que estamos vendo coisas que nunca nem imaginamos iriam acontecer: regiões costeiras estão desaparecendo do planeta em decorrência da elevação dos oceanos.


Essa é uma previsão de como o Brasil poderá ser inundado se o degelo das calotas polares continuarem. Então, podemos imaginar que muitas ideias como um dilúvio não são lá folclores de religiosos, mas uma realidade!




O mapa acima mostra as terras que serão inundadas se os oceanos continuarem subindo. E os cientistas estão dizendo que as mudanças serão muito rápidas do que se imaginava.
De acordo com artigo publicado na revista Nature, o aumento do mar  poderá subir de 1 a 1,8 metros no ano de 2100! E 0,3048 cm por cada década.
O pior cenário é este: se o degelo continuar atingiremos o nível do mar que o oceano atingiu no final da era do gelo 6.000 anos atrás.
Se as histórias são invenções ou simples alegações fantasiosas, então por que a ciência está confirmando a elevação dos oceanos?
Fontes: